Na torcida 14/08/2011
Olla Azulgrana – Cerro Porteño x Santos

Santos x Cerro Porteño

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Choveu pedra no estádio General Pablo Rojas, vulgo Olla Azulgrana. Teve guerra antes de Cerro Porteño 3 x 3 Santos, valendo vaga na final da Taça Libertadores. O bombardeio começou com garrafas pet  cheias de líquidos misteriosos e logo descambou para pedaços de concreto arrancados da arquibancada.

Santos x Cerro Porteño

Caos total. Quem levou mulher ou criança vazou antes do apito inicial. Por incrível que pareça, a situação era menos tensa para quem estava perto da torcida adversária, na divisão das torcidas. Isso porque os escudos policiais - embora em estado de repouso -, serviam como proteção. Mesmo assim quase ninguém saiu ileso.

Santos x Cerro Porteño

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fora do estádio o clima já estava tenso. A cena acima dá ideia. As luzes fraquinhas da rua e do estádio davam um ar sinistro ao entorno da cancha. Os policiais de nada servem aos brasileiros. Na saída, com a rua cheia de paraguaios afim de treta, não se via um.

Maradona no avião de volta de Santos x Cerro

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Na volta ao Brasil, uma recompensa: encontro com Diego Maradona no avião. Mesmo sabendo do humor instável do Pibe, o que era o risco de levar uma bifa ao pedir para sacar unas fotos perto daquela chuva de pedras.

Leave a Reply